Três homens suspeitos de estuprarem mãe e filha, de 45 e 19 anos, em junho deste ano, foram presos pela Polícia Militar na tarde deste sábado (7) em uma residência na área rural de Mandirituba, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). A prisão aconteceu por meio de uma operação conjunta com a Guarda Municipal (GM). Na casa, conforme a polícia, foram encontrados até mesmo pertences das vítimas.

No dia do crime, 26 de junho, os bandidos estavam encapuzados e invadiram uma chácara no bairro Quatro Pinheiros, em Mandirituba. Ainda de acordo a polícia, eles estupraram mãe e filha em frente ao marido e pai das vítimas. O trio levou diversos pertences e na sequência fugiu em um veículo Gol da família.

O tenente Cason, do 17º Batalhão da PM, relatou na época que os bandidos permaneceram na casa por cerca de duas horas. “Eles ficaram até por volta das 22h e durante esse tempo violentaram mãe e filha. Além de assaltarem a casa, ainda deixaram um trauma de um crime bárbaro como o do estupro”, explicou.

Os homens, que não tiveram os nomes divulgados oficialmente, foram encaminhados para a Delegacia de Fazenda Rio Grande, na Grande Curitiba(RMC).

Motociclista ‘atropela’ ponto de ônibus e deixa três feridos no Batel