A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (22) um reajuste de 8,97% na tarifa residencial da Copel. Segundo a Aneel, trata-se da revisão tarifária periódica de 2021 da distribuidora.

Para consumidores cativos (aos quais só é permitido comprar energia da distribuidora detentora da concessão ou permissão na área onde se localizam as instalações do acessante, e, por isso, não participam do mercado livre e são atendidos sob condições reguladas), haverá reajuste com efeito médio de 9,89%. Os novos índices entrarão em vigor na quinta-feira (24).

“Vale ressaltar que o conjunto de ações tomadas pela agência para mitigar as tarifas, entre elas a conta-Covid e o reperfilamento do pagamento do financeiro da RBSE (Rede Básica Sistema Existente) das transmissoras, colaborou para amenizar os índices. Esse trabalho foi realizado com total transparência com os agentes e respeitando rigorosamente os compromissos previstos em contratos”, informou a agência, em nota.

A Copel Distribuição atende 4,8 milhões de unidades consumidoras, localizadas em 394 dos 399 municípios do Paraná.