A chuva veio com força no final da tarde deste sábado (15), em Curitiba. Junto com ela veio o alerta laranja emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Este tipo de aviso chama atenção para os riscos que as chuvas, ventos e raios podem trazer às áreas atingidas. A defesa Civil do Paraná também emitiu aviso de atenção e perigo para a faixa Leste e Central do estado. Veja aqui o boletim mais recente do temporal em Curitiba

+ Leia mais: Vídeo flagra “explosão” em turbina de avião da Latam em decolagem no Afonso Pena

A redação recebeu relatos de alagamentos em várias partes da cidade. Perto da Rodoferroviária, o Rio Belém transbordou, alagamento as imediações do estádio Vila Capanema. Na Vila Lindóia e Villa Fanny também há relatos e imagens de ruas alagadas e córregos transbordando. Nos bairros do Parolin e também no Hugo Lange foram registrados alagamentos.

Veja o vídeo!

No recém-inaugurado Shopping Boulevard, no bairro Xaxim, várias lojas precisaram ser fechadas porque muita água invadiu os comércio por goteiras. No bairro Boqueirão, mais precisamente na região do Terminal de Ônibus, vários relatos de ruas alagadas, inclusive o próprio terminal, conforme as imagens.

Boletim da chuva

A forte chuva com queda de granizo que atingiu a capital neste sábado (15), a partir das 16h30, formou pontos de alagamento em vários bairros. Entre os locais com alagamentos, os registros aconteceram, no bairro Alto da XV, em trechos da Rua Fernando Amaro, e, no bairro Boqueirão, entre as ruas Humberto Cicarino e Tito Teixeira, conforme boletim da Defesa Civil de Curitiba.

Houve ainda informações de alagamentos em pontos específicos na região da PUCPR (Rebouças), na Linha Verde e próximos da Avenida Henry Ford (Guaíra e Lindoia). Curitiba teve rajadas de vento de 39,6 km/h registradas pelo Simepar e precipitação acumulada de 54mm registradas na estação pluviométrica do Cemadem (Cachoeira).

Ocorreram dois registros de fornecimento de lonas para residências nos bairros Capão Raso e Sítio Cercado.  Até o presente momento sem registro de feridos, desabrigados ou desalojados.

Ainda ocorreram nove solicitações de atendimento relacionado a queda de árvore ou de galhos em via pública e/ou bloqueando as vias, como na Rua Paul Garfunkel, próximo ao número 2.500, na CIC. As equipes da Prefeitura continuam em atendimento e em alerta para possíveis emergências que possam vir a ocorrer.

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil – COMPDEC-Curitiba informa que está em constante monitoramento e alerta que chuvas regionalizadas poderão ocorrer ao longo da noite.

Central 156

O cidadão que precisa comunicar a Prefeitura sobre estragos provocados pela forte chuva deve utilizar o telefone 156 da Central de Atendimento ao Cidadão, pelo site (www.central156.org.br) ou pelo aplicativo do serviço. O atendimento é feito por ordem de chamada e também de acordo com a gravidade da situação relatada.

A Defesa Civil registra as ocorrências que chegam ao município pelo telefone de emergência 199 (alagamentos) e, também, pelo 156 (Central de Atendimento ao Cidadão, que registra as solicitações para retiradas de árvore) e pelo 153 (Centro de Operações da Guarda Municipal – fornecimento de lona).

Outras situações decorrentes de chuvas ou temporais podem ser atendidas pelo Corpo de Bombeiros (193 – resgate) e pela Copel (falta de luz).

Proteja-se

“INMET publica aviso iniciando em: 15/01/2022 10:00. Chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 km/h), e queda de granizo. Risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos”, diz o aviso.

A orientação é para que:

  • Em caso de rajadas de vento: (não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda);
  • Se possível, desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia;
  • Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).
Alerta Laranja no Paraná. Foto: Reprodução