A Câmara Municipal de Curitiba aprovou, nesta terça-feira (5) projeto de iniciativa do prefeito Rafael Greca (DEM) que autoriza o pagamento da remuneração dos funcionários terceirizados da prefeitura mesmo que, por causa da falta de demanda devido à pandemia do novo coronavírus, os trabalhos venham a ser suspensos.

LEIA MAIS – Aprovado em 2ª votação, socorro ao transporte de Curitiba segue para sanção de Greca

Por unanimidade, os vereadores aprovaram a proposta que autoriza o Poder Executivo a “promover medidas excepcionais no âmbito dos contratos administrativos, visando a sua manutenção, de modo a possibilitar o pronto retorno de todas as atividades pactuadas quando da cessação das ocorrências de emergência e calamidade pública, bem como minimizando os impactos da crise sobre a economia, o emprego e a renda”.

LEIA AINDA – Aeroporto Afonso Pena terá nova pista para vôos internacionais

Os vereadores ainda aprovaram uma emenda para incluir no projeto os Centros de Educação Infantil, que recebem subsídio do poder público para, pro convênio, atender crianças sem vaga na rede própria municipal. No mesmo projeto, foi aprovado um artigo que permite o aporte de R$ 48 milhões ao Instituto Curitiba de Saúde (ICS).


Precisamos do seu apoio neste momento!

Este conteúdo te ajudou? Curtiu a forma que está apresentado? Bem, se você chegou até aqui acredito que ficou bacana, né?

Neste cenário de pandemia, nós da Tribuna intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise. Bora ajudar?

Ao contribuir com a Tribuna, você ajuda a transformar vidas, como estas

– Pai vende vende 1000 bilhetes de rifa com a ajuda da Tribuna pra salvar o filho
– Leitores da Tribuna fazem doação de “estoque” de fraldas para quíntuplos
– Leitores se unem para ajudar catadora de papel de 72 anos

E tem várias outras aqui!

Se você já está convencido do valor de sua ajuda, clique no botão abaixo