A marca de café Damasco está realizando uma campanha para ajudar as crianças do Hospital Pequeno Príncipe. Até o dia 30 de junho, 50% do lucro das vendas de toda a linha de cafés da marca, torrado e moído, será destinado ao hospital, em Curitiba. A campanha é válida nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

De acordo com o regulamento da campanha, para participar e ajudar o hospital, não é necessário que o consumidor realize qualquer tipo de inscrição ou cadastro, pois ação não se trata de um concurso ou sorteio. A simples compra de um dos tipos de café mencionados já garante a contribuição financeira da Damasco ao Pequeno Príncipe.

Vale ressaltar que há um limite de transferência de valor acordado com a associação mantenedora do hospital. Caso o valor seja atingido antes do prazo final da campanha, ela poderá ser encerrada e os consumidores serão comunicados. O valor não foi divulgado.

Segundo empresa Jacobs Douwe Egberts (JDE), que produz o café Damasco desde 2010, além de ajudar o Pequeno Príncipe, a campanha é uma forma de reforçar a conexão com os consumidores. “Os cidadãos de Curitiba escolheram Damasco para estar em suas casas e isso é um motivo de muito orgulho para nós. Encontramos nessa ação, junto ao Hospital Pequeno Príncipe, uma maneira de agradecer e retribuir”, afirma Débora Bertolozzi, gerente de categoria na JDE Brasil.

O Pequeno Príncipe atende crianças e adolescentes de todo o Brasil há quase 99 anos. É o maior hospital exclusivamente pediátrico do país e conta com 370 leitos, sendo 60 de UTI. Por ano, realiza, em média, 305 mil atendimentos ambulatoriais e 20 mil cirurgias. A instituição destina cerca de 70% da sua capacidade para pacientes provenientes do Sistema Único de Saúde (SUS). O hospital é referência em 32 especialidades – como cardiologia, ortopedia, cirurgia pediátrica, nefrologia, oncologia e transplante de medula óssea (TMO).