Integrantes da torcida organizada do Atlético-MG afirmam que sofreram uma emboscada logo na chegada de um comboio de ônibus a Curitiba, vindo de Belo Horizonte (MG), nesta quarta-feira. O grupo disse à reportagem da Tribuna que a Polícia Militar não aparece para cumprir a escolta combinada e por isso, na altura do bairro Atuba, tiros foram disparados contra um dos ônibus da caravana.

Ninguém ficou ferido.

+ Leia também: Com Zagallo de garoto propaganda, Vivo faz promoção de Iphone 13 por R$ 13

Seis veículos trazendo torcedores do Galo para a final da Copa do Brasil, logo mais, na Arena da Baixada, contra o Athletico, chegaram na capital no final da manhã. Dois deles chegaram até o bairro Alto da Glória, onde a torcida do Coritiba recepcionou os torcedores mineiros. Outros quatro aguardavam a escolta da PM em um posto de gasolina na entrada de Curitiba. Os policiais, no entanto, não apareceram.

>>> UmDois Esportes: saiba tudo sobre a grande final da Copa do Brasil entre Athletico e Atlético-MG

Depois de esperar por três horas, o comboio seguiu viagem e foi atacada no bairro Atuba. Os próprios torcedores do Galo chamaram a PM, que reuniu os ônibus no Bacacheri, próximo ao Atacadão. Até um helicóptero foi chamado para ajudar na escolta e ficou patrulhando os bairros mais próximos. Ali os torcedores e veículos foram revistados e após combinarem a escolta, seguiram com destino ao Alto da Glória.

+ Veja mais: Leilão da Polícia Militar em Curitiba e região tem carros, jipes caminhões e vans. Confira!

No local, policiais não comentaram sobre o ocorrido (disparos contra os veículos). Apenas informaram que a revista dos ônibus e ocupantes não identificou nenhum problema, e que o grupo seria levado até a sede da torcida Império Alviverde.

A PM se pronunciou no início da noite. Segundo o 22º BPM, o combinado era o deslocamento entre 15h e 16h, porém os torcedores resolveram seguir destino sem a PM por volta de 13h. Mesmo assim, os policiais militares chegaram ao local e prestaram atendimento. Não foi confirmado marcas de tiros nos ônibus, nem torcedor ferido. A ROTAM do 22º BPM e o BPChoque fizeram a escolta até a sede da torcida organizada Império Alviverde.

Combioi segue viagem até a sede da Império, no Alto da Glória. Foto: Eduardo Luiz Klisiewicz