Um tornado pode ter sido o responsável pela morte de dois adolescentes – um de 16 e outro de 14 anos – que foram soterrados pela queda de um muro no começo da noite desta sexta-feira (30). A situação foi registrada por volta das 19h45, em uma residência situada na Rua Cambará, bairro Nodari, em Itaperuçu, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Segundo a Polícia Militar (PM), o desabamento teria sido provocado pelo forte temporal que atingiu a região.

+ Mais sobre o Tornado de ItaperuçuMoradores relatam momentos de terror e pedem ajuda

De acordo com o Corpo de Bombeiros, os rapazes estavam jogando bola quando a chuva começou e teriam sido soterrados ao tentarem se proteger rente ao muro, que acabou caindo por conta da força do vento. Ainda sem identificação, os corpos dos jovens foram recolhidos ao Instituto Médico Legal (IML).

Destruição

O saldo do temporal que atingiu o município de Itaperuçu foi um rastro de destruição. De acordo com informações apuradas pelo portal G1, além da queda de inúmeras árvores, dezenas de casas ficaram completamente destruídas.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

O prejuízo também recaiu sobre o único hospital da região, que teve portas e janelas levadas pelo vento. Alagada, a unidade teve de ser evacuada e os pacientes transferidos para o hospital de Rio Branco do Sul, município vizinho. Ainda segundo o portal G1, o prefeito da cidade, Hélio Guimarães (PSD), anunciou decreto de estado de calamidade pública.

Suspeita de tornado

De acordo com o Sistema Meteorológico Simepar, a hipótese de que a tempestade tenha sido, na verdade, um tornado, não está descartada. Segundo o meteorologista Samuel Braun, os ventos que atingiram o município chegaram a alcançar a velocidade de 80km/h. A confirmação de que a tragédia tenha sido, de fato, provocada por um tornado, deve acontecer ainda na manhã deste sábado (01) após análise aprofundada da situação no município.

Ventos em Itaperuçu ultrapassaram os 100 km/h. Mas foi tornado mesmo? Entenda