Três homens foram presos após uma perseguição policial com troca de tiros na manhã deste sábado (6) na Rua Tunísia, no bairro Cajuru, em Curitiba. Eles teriam roubado uma residência e um veículo Honda CRV. De acordo com a assessoria da Polícia Militar, o trio roubou uma casa à mão armada e foi flagrado por policiais logo após o roubo, que tinha acontecido em uma rua vizinha.

Os homens, que estavam com o carro roubado na situação, atiraram contra os PMs e na sequência abandonaram o veículo na Rua Orlando Ribeiro da Silva. Eles iniciaram uma fuga a pé, pulando muros de casas, mas acabaram presos.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Um deles foi detido logo após descer do Honda e os outros dois foram localizados dentro de uma residência. Um morador, que foi surpreendido com um suspeito no quintal de casa, conta que não ouviu a movimentação e que acordou somente quando a polícia bateu em sua porta.

Zeus, o vigilante, impediu bandidos de se esconderem em residência. Foto: Luiza Luersen / Tribuna do Paraná
Zeus, o vigilante, impediu bandidos de se esconderem em residência. Foto: Luiza Luersen / Tribuna do Paraná

“Eu estava dormindo quando um policial bateu na minha porta dizendo que um bandido poderia estar em meu quintal. Eles acharam o homem e fiquei muito assustado. Infelizmente esta é a rotina do brasileiro, viver com a violência”, explicou um morador que pediu para não ter o nome revelado.

Totó valente

Outra moradora do bairro conta que eles também entraram em sua casa e que o pai, que é idoso, conseguiu segurar apenas um deles. Na sequência a dupla ainda tentou entrar em outra residência, mas foram impedidos por um cão da raça Pitbull, que se chama Zeus.

“Eles tentaram entrar na casa da vizinha, mas quando viram o cachorro desistiram, por medo né? Eu fico com medo de sair de casa, agora eu só sai pra ver o que tinha acontecido. Sempre deixou minha porta e portão abertos, é complicado”, esclareceu.

No local a Polícia Militar não quis falar sobre o caso. O trio foi encaminhado à Central de Flagrantes da capital.,