Um travesti identificado apenas pelo apelido “Aisha”, de 26 anos, foi espancado até a morte na manhã dessa sexta-feira (13). A situação aconteceu por volta das 10h, num “mocó” situado na Rua Simão Kossobudski, no bairro Boqueirão, em Curitiba.

De acordo com o delegado Osmar Feijó, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, da Polícia Civil (DHPP), a hipótese é de que a vítima tenha sofrido agressões por conta de negociações envolvendo drogas.

“Provavelmente houve um desacordo em transações comerciais por entorpecentes. As equipes de investigação ainda vão conversar com residentes do local para apurar mais detalhes”, afirmou.

A DHPP investiga o caso.