Um trecho de via lenta na BR-476, a Linha Verde, foi o campeão de imprudências de motoristas em radares estáticos em Curitiba ao longo de 2018. O balanço, divulgado pela prefeitura, apontou motoristas trafegando a 95 km/h em um trecho cuja máxima permitida é de 40 km/h.

+Leia mais! Suspeito de roubar mulheres de forma violenta é preso em Curitiba

De acordo com a Superintendência de Trânsito (Setran), somente na via lenta da BR-476, foram 1.135 casos de desrespeito ao limite de velocidade verificados no último ano. “São casos de pessoas que tentam ‘cortar caminho’ pelas pistas laterais e desviar do controle dos radares fixos instalados na rodovia”, aponta o secretário da Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel.

No período de 12 meses, foram 34 pedidos relacionados ao abuso de velocidade nas marginais da BR-476, registrados pela Central de Atendimento ao Cidadão.

+Viu essa? Operação ‘Fast and Furious’ prende rapaziada que curtia fazer racha da BR-476

Multas

Ao longo de 2018, foram aplicadas 2.957 multas por excesso de velocidade registradas por radares estáticos. Na maioria dos casos (2.184), o motorista foi flagrado dirigindo com velocidade superior à máxima em até 20%. Em 684 situações, a velocidade estava entre 20% e 50% acima do limite e, em 89 casos, mais de 50%.

Peso no bolso

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), transitar em velocidade superior à máxima para a via em até 20% é infração de natureza média. A autuação acarreta a perda de quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), além de multa no valor de R$ 130,16.

De 20% a 50% a mais no limite de velocidade, a infração é grave, com perda de cinco pontos na CNH e multa de R$ 195,23. E, nos casos de velocidade superior à máxima em mais de 50%, a infração é gravíssima: multa de R$ 293,47 e perda de sete pontos.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Consórcio de Curitiba vai à falência e estraga sonhos Brasil afora