A batida de um trem na lateral traseira de um biarticulado da linha Centenário/Campo Comprido na noite deste domingo (26), comprova a fragilidade em algumas ruas da cidade, um problema já abordado pela Tribuna do Paraná em outros momentos. O choque foi no cruzamento da Avenida Afonso Camargo, próximo ao Viaduto do Capanema, no bairro Jardim Botânico, em Curitiba. Um passageiro foi ferido levemente com a pancada.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Acidente aconteceu no bairro Jardim Botânico, na noite de domingo (26). Foto: Colaboração
Acidente aconteceu no bairro Jardim Botânico, na noite de domingo (26). Foto: Colaboração

Segundo relatos, o motorista chegou a ouvir o sinal sonoro do trem, mas não evitou o impacto. A assessoria de imprensa da Urbanização de Curitiba S/A (Urbs) confirmou a situação e relatou ainda que o sinal de trânsito estaria verde para o biarticulado. Já a comunicação da Rumo, responsável pela linha férrea, desmente a informação.

Em nota enviada à reportagem, a Rumo afirmou que a colisão ocorreu por irresponsabilidade e imprudência do motorista do ônibus, que não teria respeitado a sinalização e cruzou a ferrovia no momento em que o trem se aproximava. O maquinista acionou os procedimentos de emergência, mas não foi possível parar a tempo, devido ao tamanho e peso da composição. O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) sinaliza que o trem tem preferência em cruzamentos.

+Leia também: Motorista dorme no volante e derruba postes em acidente em Curitiba

Maquinista teria sumido

Algumas informações no local estranharam o sumiço do maquinista após o acidente. No entanto, a Rumo ressaltou em nota que o condutor apenas manobrou a composição para o pátio ferroviário para desobstruir a passagem.

Acidente impressionante deixa um morto e BR-376 interditada; veja o vídeo!