A Árvore de Natal Solidária da Tribuna convocou os leitores, no início de dezembro, a enviarem seus pedidos de Natal para o jornal. O nosso compromisso era divulgar as listinhas de presentes imaginando uma conexão com leitores que pudessem realizar os desejos das famílias e pessoas carentes de Curitiba. A ideia surgiu de forma despretensiosa, em um bate-papo da equipe da Tribuna, e, quando foi ao ar, logo apareceram os pedidos. Na quinta-feira (23), um deles foi atendido, o da catadora de papel Roseli Dias de Oliveira, 37 anos, que queria uma ceia natalina para celebrar o nascimento de Jesus com os filhos.

O texto que a Roseli Dias escreveu para a Árvore da Tribuna foi simples: “Meu nome é Roseli Dias de Oliveira, moro no Prado Velho, e tenho 37 anos. Tenho dois filhos e sou catadora de papel e queria que Deus tocasse seus corações. Queria ganhar uma ceia de Natal. Eu e meus filhos vamos ficar muito felizes”. E a simplicidade tocou o coração da premiada chef Kika Marder, do empório Kika Marder Gastronomia, que fica no Batel.

LEIA TAMBÉM:

>> Curitiba foi palco de Festival Internacional de Cinema com astros de Hollywood

>> Sem ideias de presentes de Natal? Curitiba tem boas e baratas opções para dar “aquela lembrancinha”. Veja!

A chef é reconhecida na capital e também faz bastante sucesso postando receitas nas redes sociais e no Youtube. Ela leu o pedido da Roseli e, de imediato, pensou em ajudar. “A comida é o principal elemento em uma celebração de Natal, especialmente quando estamos em família. O Natal alimenta nossas almas de amor, fé e esperança.  Sentir isso com quem amamos e com boa comida é uma celebração.  Fiquei muito feliz em poder presentear a Roseli e seus filhos com essa ceia. Que seja um Natal especial para eles e para todos nós!”, desejou a Kika Marder.

A entrega da cesta foi por volta das 16 horas de quinta-feira (23), no Prado Velho. A cesta tinha até tender e torta de bacalhau e a quantidade presenteada serve até seis pessoas. A Roseli e a sua família se emocionaram bastante. “Estou muito feliz. Vou conseguir ter uma ceia amanhã, para mim, meu marido, minha família”, agradeceu.

Ela contou que resolveu escrever porque ter uma ceia de Natal era um sonho de vários anos. “Achei bacana e pensei ‘quem sabe eu ganho’, mas nunca esperei que ia dar certo. De repente recebi uma ligação da Kika, eu nem acreditei. Achei que fosse brincadeira”, revelou.

Antes de se despedir, Roseli agradeceu a iniciativa da Tribuna e desejou um bom fim de ano para a Kika Marder. “Vou seguir acompanhando e lendo a Tribuna, porque eu gosto bastante. É uma festa, um Natal diferente está sendo esse ano”, despediu-se a Roseli, bastante emocionada.

Bicicleta para a filha

Juliana Cristina de Oliveira também acompanhou a ação da Tribuna e logo escreveu para pedir uma bicicleta para a filha Anna, de 10 anos. ” Nesses tempos difíceis e de pandemia, tivemos que abrir mão de algumas coisas. Como minha filha teve bronquite devido a pandemia, eu abri mão de trabalhar para ficar com ela. As contas de casa ficaram apenas com meu marido. Já havíamos falado com minha filha que talvez o papai Noel não viria agora, talvez depois, e ela até concordou”, explica a promotora de vendas, agora desempregada.

Ana Paula Bacarolo, a pequena Ana e Juliana Cristina Oliveira. Foto: colaboração.

Logo que Juliana viu a matéria, resolveu escrever para pedir uma bicicleta – um sonho antigo da filha. “Fiquei na esperança até que ela se tornou realidade. A Ana realizou o sonho da minha filha. Muita emoção pois quem proporcionou esse sonho tem o mesmo nome da minha filha. Ana entregando para Anna. Muito obrigada Tribuna e Ana”, agradeceu Juliana, emocionada.

Ana Paula Bacaroglo, de 39 anos, é mãe e mora no bairro Cajuru. Logo que viu a matéria das pessoas pedindo presentes para o Papai Noel, ficou comovida. “Eu entrei em contato com a Tribuna e a Tribuna me passou o telefone dela. No primeiro momento ela não acreditou. Foi muito emocionante e muito gratificante pra mim. Ela me passou o endereço dela e eu e meu esposo, junto com meus filhos, fomos levar a bicicleta. A Ana é uma linda, tem 10 anos, uma simpatia enorme e ela adorou o presente. Antes de vir embora ela virou pra mim e disse: ‘eu não acredito em Papai Noel, mas esse ano você foi a minha Mamãe Noel’. Essa sensação não há dinheiro que pague no mundo”, contou Ana, com a voz embargada.

Outros pedidos

Por intermédio da Árvore de Natal Solidária da Tribuna, também conseguimos entrevistas de emprego para o senhor Evaldo Leal de Jesus e tentamos contatos reiterados com a senhora Dalva (ela não deixou o nome, mas disse que nasceu no dia de Natal, junto com a estrela Dalva, para devolver-lhe o sorriso. No entanto, numa das entrevistas a qual Evaldo participou, o perfil desejado pela empresa era um pouco diferente e não foi dessa vez. Já no caso dos dentes da dona Dalva, uma empresa entrou em contato com a Tribuna para pagar o tratamento. No entanto, não conseguiu encontrar a nossa leitora.

No caso da bicicleta, a pessoa contemplada seria a Telma Paes e seu filho de 9 anos. No entanto, Juliana Cristina de Oliveira tentou contato com ela pelo telefone disponibilizado na reportagem, se sucesso. Na manhã do dia 23 recebemos outro pedido de bicicleta e pudemos promover esse encontro feliz de quem precisa com quem quer ajudar, fazendo mais um Natal feliz.

Obrigado por todos que participaram da Árvore de Natal da Tribuna. Um Feliz Natal!

Nova novela

Conheça o elenco principal de “Poliana Moça”

Quanto Mais Vida, Melhor

Flavia/Guilherme se esconde no bar de Teca

Além da Ilusão

Davi pede desculpa a Isadora por tê-la beijado

Confira!

John Wick 2 e mais filmes e séries chegam nesta semana na Netflix