Uma tentativa de assalto a um carro-forte que ia abastecer um caixa eletrônico do supermercado Condor de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, terminou em tiroteio. Cinco pessoas ficaram feridas, entre elas uma criança, nenhuma em estado grave. Indivíduos em quatro veículos, portando armas longas, abordaram o carro de transporte de valores, efetuando disparos, por volta das 13h30 de domingo (7), na esquina da Rua Capivari com a Avenida Archelau de Almeida Torres. Teve início um tiroteio entre os assaltantes e os seguranças da empresa Brinks.
Após a troca de tiros com os vigilantes do carro-forte, os bandidos adentraram o mercado, fizeram reféns e fugiram. Seriam cerca de 10 indivíduos armados com metralhadoras, fuzis e espigardas calibre 12. Parte deles chegou em um Corsa prata, que colidiu com o veículo da Brinks e foi abandonado no local. A princípio, os assaltantes não conseguiram levar nada.

Os baleados foram encaminhados ao hospital. Foto: Marco Charneski/Colaboração
Os baleados foram encaminhados ao hospital. Foto: Marco Charneski/Colaboração

Depois do incidente, o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) da Polícia Militar (PM) foi acionado. A criança ferida, uma menina, foi levada pelo carro da polícia à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas de Araucária.
Uma mulher de 20 anos ficou levemente ferida, com um tiro no braço, e foi socorrida. Um homem de 22 anos e outro de 35 foram encaminhados ao hospital municipal de Araucária, de acordo com a PM.

Região do crime

Recentemente, a reportagem da Tribuna fez uma matéria especial sobre a região da Avenida Archelau de Almeida Torres, na região central de Araucária, por conta do aumento da criminalidade no local. Muitos comerciantes revelaram que a violência é grande na região e a situação está muito difícil. Os empresários destacaram a sensação de abandono e a insegurança no local.

Procurada pela reportagem da Tribuna, a Polícia Militar informou que ações preventivas e ostensivas estão sendo feitas pelo 17º Batalhão da PM que é responsável pelo policiamento da região. Todos os casos atendidos são encaminhados para a Polícia Civil fazer as investigações. É importante ressaltar que a população precisa fazer o Boletim de Ocorrência para relatar os crimes, mas o que cabe à PM está sendo feito.

Confira aqui a reportagem especial sobre a região da Avenida Archelau de Almeida Torres, em Araucária!

 

Troca de tiros foi intensa no local. Foto: Marco Charneski/Colaboração
Tiroteio foi intenso no local. Foto: Marco Charneski/Colaboração