Uma van escolar tombou, por volta das 8h15 de ontem, ao bater num Celta, no cruzamento das alamedas Presidente Taunay e Carlos de Carvalho, Batel. Nenhuma criança estava no veículo, ocupado apenas pelo motorista, de 56 anos, e um rapaz, de 18. Os dois e o condutor do Celta, de 22 anos, não ficaram feridos.

Testemunhas relataram que a van descia a Presidente Taunay e cruzou a preferencial. O carro bateu no Celta que subia a Carlos de Carvalho. “Quando vi a van, eu freei com tudo e o carro derrapou”, contou o motorista do Celta, que comprou o carro há cerca de um ano e meio e não tinha seguro. Com o choque, a van perdeu o controle e tombou.

Esquina

Policiais da Rone (Rondas Ostensivas de Natureza Especial) que passavam pelo local fizeram o isolamento do local até a chegada de policiais do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran). “Esse é o segundo acidente que presenciei neste mês. Aqui deveria haver um semáforo”, sugeriu uma jovem, que trabalha no Hospital dos Olhos do Paraná e preferiu não se identificar.

Denise Rosa, dona de uma empresa de transporte, disse que é fácil os motoristas passarem direito na Alameda Presidente Taunay por se tratar de uma descida íngreme. “A engenharia de tráfego de Curitiba é terrível. O sentido dessa alameda deveria ser invertido”, analisa.