Quatro vândalos, no mínimo ousados, picharam a fachada de um restaurante localizado na Avenida Presidente Affonso Camargo, no Centro de Curitiba, na madrugada do último sábado (13). A ação ocorreu por volta das 3h30 e a câmera de segurança do estabelecimento filmou o momento em que os pichadores usam o ferro de sustentação de uma placa de rua para escalar a marquise. Toda a área superior do prédio foi pichada e o grupo abandonou as latas de spray na marquise. Sobrou até para as placas de rua, que entortaram durante a escalada.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre nossa regiãofutebolentretenimento horóscopo, além de blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!

Imagens de uma câmera de segurança do restaurante mostram quando o grupo se aproxima do local. No vídeo, dá para ver que um tenta subir nas costas do outro, até que conseguem atingir o objetivo. Os vândalos parecem se divertir com a situação, já que eles realizam mais de uma tentativa para chegar ao topo do prédio do estabelecimento.

+ Leia mais: Tentativa de assalto a carro-forte faz ‘chover’ dinheiro em estrada do Paraná

O restaurante fica no cruzamento da Affonso Camargo com a Rua Francisco Torres, quase em frente à Rodoferroviária. O local é praticamente vizinho à Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Curitiba. “Mas isso não os impediu. Parece até uma afronta fazerem uma coisa dessas, mesmo com o a polícia tão perto”, reclamou Marcelo Luiz Giusti, 48 anos, gerente do estabelecimento há quase 20 anos.

O gerente ficou indignado com a ousadia dos vândalos e com a depredação de patrimônio. “Trabalhamos para manter nosso local de trabalho organizado, limpinho. Aí vêm esses rapazes e fazem uma coisa dessas. É um absurdo que, simplesmente, destruam um patrimônio particular”, disse.

+ Leia ainda: Estudo inédito mostra ‘estrago’ feito por xixi dos homens no banheiro de casa

Ainda segundo o gerente, os jovens tentaram subir na marquise por um poste elétrico. “Antes de subirem na placa, eles se arriscaram no poste. Isso é para você ver o tamanho da insistência dessas pessoas para cometer um crime”, detalhou Giusti.

A gerência do restaurante planeja registrar um boletim de ocorrência da pichação nos próximos dias.

Bando armado com fuzis assalta banco e toca o terror em Morretes