Um vazamento de esgoto no cruzamento da Alameda Princesa Izabel com a Rua Alferes Ângelo Sampaio, no bairro Bigorrilho, em Curitiba, tem incomodado moradores e comerciantes da região. O mau cheiro, reforçado pelo calor desta quarta-feira (30), vem desde segunda-feira (28), quando o vazamento foi percebido.

+Leia também: Fumar em parques pode passar a ser proibido em Curitiba; entenda!

De acordo com a gerente do Centro Europeu, escola técnica na frente do vazamento, Iracema Bertoco, o problema começou no fim de semana, mas os alunos só se deram conta na última segunda-feira. “Eu entrei em contato com a Sanepar na segunda, duas vezes na terça-feira. Eles até vieram dar uma olhada mas não nos disseram nada e o vazamento continua”, explica ela.

Como a escola trabalha com manipulação de alimentos, o maior problema é a proliferação de doenças. “A nossa preocupação é a água suja. Numa escola que trabalha com alimentos, além do mau cheiro, existe o risco de contaminação”, desabafa. A água suja chegou a empoçar no meio-fio.

A reportagem entrou em contato com a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) às 11h20 desta quarta-feira (30) e ainda aguarda esclarecimento sobre o vazamento de esgoto.

Com carro roubado, homem causa acidente na Linha Verde e deixa mulher presa às ferragens