A Câmara de Vereadores aprovou, em primeiro turno, a prorrogação dos contratos de trabalho com enfermeiros e técnicos de enfermagem que foram contratados para atuar temporariamente na linha de frente ao combate contra o coronavírus em Curitiba. A segunda votação deve ser feita nesta quinta-feira (1) para confirmar a autorização. Os contratos, feitos no segundo semestre de 2020, devem ser estendidos por mais seis meses.

LEIA MAIS – Moradores de condomínio gigante em Curitiba não suportam mais falta de água da Sanepar. “Humilhante e vergonhoso”

Segundo a prefeitura, as datas de vencimento dos contratos variam entre 3 de abril e 22 de junho, de acordo com a data de início do período de contratação com cada profissional. Atualmente são 94 contratos relativos ao edital 1, para a função de enfermeiro, e 152 do edital 2, para a função de técnico de enfermagem em saúde pública.

LEIA AINDA – Projeto prevê vacinação de jornalistas da “linha de frente” em Curitiba

Na justificativa do pedido de prorrogação, o prefeito Rafael Greca (DEM) afirma que os profissionais contratados pelo processo seletivo simplificado (PSS) já conhecem os fluxos e protocolos do trabalho e, se substituídos, seria necessário promover novo processo de capacitação em meio à situação de pandemia. O tema é discutido em regime de urgência na Câmara após a realização de uma sessão extraordinária no sábado (27), que aprovou a tramitação do pedido em velocidade maior.