A Prefeitura de Curitiba recebeu na quinta-feira (21) as propostas para a concorrência da execução das obras do Complexo do Tarumã. Duas empresas se apresentaram para realizar as intervenções, que incluem o alargamento do Viaduto do Tarumã, as alças de acesso, duas novas estações de ônibus – Tarumã e Victor do Amaral – além da revitalização das praças da Cova da Iria e Mauro Ferreira, paisagismo, iluminação e sistema viário.

LEIA TAMBÉM:

>> Pequeno e pacato, Bom Retiro “não dá lucro pra bandido” e pensa no futuro

>> Concurso da prefeitura de Curitiba tem 905 vagas e salários que chegam a R$ 6 mil; Veja as vagas!

>> Consulta ao 3º lote da restituição do Imposto de Renda é liberada nesta sexta-feira

A Trail Engenharia, de São Paulo, apresentou o valor de R$ 92.846.697,48. O Consórcio TC-Tarumã, formado pela Compasa e pela TCE Engenharia, colocou o preço de R$ 93.976.411,05. O edital estabelecia o valor máximo de R$ 97 milhões.

Com a abertura dos envelopes, a Comissão de Licitação vai avaliar as condições dos preços apresentados pelas empresas e o cumprimento das exigências do edital. A comissão é formada por técnicos da Secretaria Municipal de Obras Públicas (Smop), Unidade Técnico-Administrativa de Gerenciamento (Utag) e Secretaria Municipal de Finanças (SMF).

O processo deve ser concluído em 30 dias, se não houverem recursos ou inconsistências na documentação.

Intervenções

Duas novas estações – Tarumã e Victor do Amaral – e o alargamento do viaduto serão as principais intervenções previstas no Complexo do Tarumã.

Para acomodar a Estação Tarumã e a canaleta exclusiva para o transporte coletivo, o Viaduto do Tarumã será alargado. Na parte inferior do viaduto, será instalada a Estação Victor do Amaral, permitindo a integração dos passageiros das linhas que percorrem a ligação entre Curitiba e Região Metropolitana, especialmente Pinhais e Piraquara.

Fazem parte do edital as alças de acesso ao viaduto e as revitalizações das praças Cova da Iria e Mauro Ferreira.

A empresa vencedora será responsável por obras de estrutura de concreto, terraplanagem, drenagem, pavimentação, iluminação pública, paisagismo, sinalização viária, adequação de redes lógica e de distribuição elétrica. O prazo para execução das obras é de 540 dias.