Uma mulher de 36 anos foi atropelada por uma viatura da Polícia Militar que seguia pela canaleta dos ônibus no bairro Capão Raso, em Curitiba. O acidente aconteceu por volta das 8h30 desta sexta-feira (24), quando a vítima tinha acabado de descer na estação-tubo Santa Regina. Ela foi encaminhada com ferimentos moderados ao Hospital do Trabalhador.

Testemunhas do acidente dizem que não ouviram a sirene da viatura e nem teriam visto o giroflex ligado. “Eu escutei a pancada e, quando olhei, vi que o giroflex estava desligado. Tinha apenas aquela luz vermelha fixa piscando”, conta o cobrador Henrique Ostrovski, que estava no tubo no momento do atropelamento. “A viatura parecia estar em alta velocidade porque só parou cerca de 100 metros à frente do ponto do acidente”. Segundo ele, o Siate foi chamado logo em seguida e a moça estava consciente quando foi socorrida.

De acordo com outro homem que presenciou o acidente, o policial teria dito que estava a caminho de uma operação.

Em nota, a Polícia Militar diz que está fazendo todos os levantamentos necessários sobre o acidente e que mais informações deverão ser repassadas em breve. “As primeiras informações apontam que a equipe policial militar transitava pela via sentido bairro Novo Mundo para dar apoio a outra equipe policial, quando uma jovem, de 36 anos, atravessou a canaleta e foi atropelada”, afirma no texto.

Segundo a PM, a vítima é irmã de um policial militar que trabalha em outra unidade da corporação.

No começo do mês uma tragédia envolvendo atropelamento e viatura da PM deixou quatro mortos na Linha Verde. A viatura também transitava pela canaleta de ônibus e perdeu o controle após tentar desviar de um pedestre que atravessava a via.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Acidente na linha verde será investigado pela Dedetran; vídeo mostra viatura pouco antes da tragédia