Um motorista do transporte público de Pinhais, região metropolitana de Curitiba (RMC), foi demitido após ser flagrado, em vídeo, fazendo comentários sexistas contra mulheres refugiadas ucranianas. O caso ocorreu no último domingo (6) e foi registrado por uma usuária da linha Pinhais/Rui Barbosa, que liga o município à capital paranaense.

Na gravação, o homem e outros dois funcionários riem enquanto falam sobre “trazer algumas namoradas ucranianas” para o Brasil. A Ucrânia enfrenta, desde o último 24 de fevereiro, invasões de exércitos russos em diversas cidades do país. Segundo a ONU, pelo menos 364 civis foram mortos no conflito.

+ Leia mais: Em meio à guerra e machismo de deputado, ucraniana fala sobre ser mulher e espera mais representatividade

“Vou levar uma para casa enquanto a outra será só minha amante (…). Será que não dá pra pegar um biarticulado desse aqui e trazer tudo em uma viagem só?”, diz o motorista em voz alta, mesmo parecendo saber de que outros passageiros ouviam a conversa.

Em outro momento do vídeo, um dos homens provoca o motorista comentando sobre as refugiadas do Haiti, país que sofreu com um terremoto em 2010. O homem sugere que o motorista tenha tido atitude racista ao debochar as mulheres negras. “As ‘polaquinhas’ eu vou buscar (…) Se cada um me ajudar com um pouquinho de dinheiro eu trago mais ou menos umas 400 [mulheres]”, respondeu.

Demissão

A empresa Expresso Azul, responsável pela linha Pinhais/Rui Barbosa, informou em nota que “o funcionário que emitiu o deplorável comentário foi imediatamente desligado” e reafirmou que “abomina comportamentos ou manifestações de preconceito, seja de caráter racial, religioso, de gênero ou qualquer outro, por parte de seus colaboradores”.

A Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (COMEC) também lamentou o caso.

Pantanal

Tibério proíbe Muda de falar com Alcides

Além da Ilusão

Úrsula rouba o bebê de Heloísa

Novidades

Comédia com Paulo Gustavo e mais filmes e séries chegam nesta semana na Netflix, confira!

Carreira

Ganhadora do prêmio de pior atriz a vida rodeada de polêmicas, quem é Anne Heche?