Muita gente já passou pela agonia de descobrir que depois de anos trabalhando em uma empresa, ela não recolheu um centavo sequer de FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). O dinheiro é uma reserva estratégica que o trabalhador tem para momento de dificuldade e serve como base para calcular o valor da rescisão a ser paga àqueles que forem demitidos sem justa causa. Mas como saber se os empregadores estão depositando o FGTS corretamente?

Via site da Caixa. É necessário fazer um cadastro no site da Caixa e, para fazê-lo, você vai precisar do número do seu NIS (Número de Identificação Social), que é o mesmo do PIS. Aí você coloca seus dados pessoais e cadastra uma senha (você pode usar a mesma do Cartão Cidadão).

Aplicativo FGTS. Basta baixar o aplicativo do FGTS (disponível para IOS Android e Windws Phone) e fazer o cadastro com os dados básicos e número do NIS.

Via SMS. Você também pode pedir o saldo via SMS (mensagem de texto). Faça o cadastro gratuito no site da Caixa e receba mensalmente informações de saldo, extrato, correções e saques.

Na agência – O saldo também pode ser consultado indo até uma agência da Caixa, no atendimento expresso.

Esteja sempre atendo para não ter surpresas na hora da necessidade. Se esse cuidado tivesse sido tomado, 7 milhões de brasileiros não se frustrariam ao descobrir o saldo negativo nas suas contas quando o governo liberou o saque das contas inativas, em fevereiro deste ano. Ao procurarem a Caixa Econômica Federal, os trabalhadores descobriram que os empregadores não haviam depositado nada. O prejuízo aos trabalhadores somou R$ 24,5 bilhões.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Todos os empregadores são obrigados a depositar numa conta bancária o valor que equivale a 8% do salário de cada trabalhador. Essa conta não pode ser movimentada, salvo liberação extraordinária por parte do governo (como em casos de calamidades públicas), para uso na quitação ou pagamento de financiamentos imobiliários, ou mesmo em caso de demissão sem justa causa. O depósito deve ser feito até o dia 7 de cada mês ou antes, caso o dia útil não seja neste dia. Todos os trabalhadores tem direito de consultar o seu saldo.

 

 

E se o FGTS não estiver na conta?

Ao consultar o seu saldo e extrato, devem estar lá os depósitos mensais recentes. Caso os depósitos não estejam acontecendo, a sugestão é entrar em contato com a empresa em busca da regularização. Caso a empresa não mostre-se disponível para resolver o problema, o conselho é que o trabalhador procure o Ministério do Trabalho e faça uma denúncia com o extrato em mãos para comprovar o problema. Saiba onde encontrar a unidade mais próxima. Caso prefira, você também pode procurar o sindicato que o representa para buscar orientação.

E o saldo das contas inativas?

Para saber se você tem direito a sacar o saldo remanescente em contas inativas basta consultar o site do governo federal e informar o NIS ou CPF, e data de nascimento. O resultado sai na hora.

Sobrevivente! Carlos saiu vivo da queda de avião horas antes do casamento