Um idoso de 70 anos que se apresentava por delegado de polícia foi preso na tarde desta terça-feira (25) no bairro Boqueirão, em Curitiba. O policiais do 13º Distrito Policial receberem denúncias de que Francisco Ferreira da Luz se dizia policial e, inclusive, apresentava uma carteira funcional de delegado falsificada, com o nome de outra pessoa.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Além da carteira, a Polícia Civil apreendeu uma camiseta preta da corporação, dois coletes, duas camisas – uma branca e uma preta -, três distintivos de investigador, dois logotipos de couro da polícia e um celular. Ainda conforme a polícia, a carteira que Francisco tinha o nome de Antônio Wilson Olstan, investigador que morreu em agosto do ano passado.

O idoso foi autuado em flagrante pela prática dos crimes de falsificação de documento particular, uso de documentos falsos e usurpação de função. Ele foi encaminhado para a Central de Flagrantes, onde ficará a disposição da justiça.