Um bairro de Curitiba terá internet wi-fi gratuita a partir da segunda quinzena do mês de setembro. Trata-se do Tatuquara, que terá os pontos de rede disponibilizados em prédios públicos da região, como unidades de saúde, a Rua da Cidadania, as escolas e Faróis do Saber. A novidade é uma parceria entre a prefeitura e o Governo do Estado, que cederá os serviços da Companhia Paranaense de Energia (Copel).

A promessa da prefeitura é que a conexão seja de qualidade e alta velocidade. A rede, porém, só poderá ser usada para acessar serviços públicos ou para pesquisas e trabalhos escolares. De acordo com a gestão, o motivo da instalação é a pouca disponibilidade de operadoras telefônicas na região, que não teriam interesse em fornecer o serviço por ali. Isso faz com que a população tenha dificuldade em acessar a internet de qualidade, que fica restrita a quem tem conexão 4G, por exemplo.

Com a dificuldade de acesso, os moradores do Tatuquara não têm usado o aplicativo Saúde Já, que é o software para marcação de consultas médicas pelo Sistema Único de Saúde (Sus). O problema havia sido identificado por relatórios do app, que apontaram a falta de usuários da região.

De acordo com o o diretor técnico da Copel Telecom, Maurício Arbetman, a previsão é de que em cerca de 40 dias o serviço esteja funcionando.

Wi-fi em linha de ônibus

A parceria entre a Copel e a prefeitura também pretende levar pontos de conexão wi-fi às estações-tubo da cidade. A ideia é começar instalando a rede em 34 estações da linha Santa Cândida/ Praça do Japão, mas ainda não há previsão para que o serviço esteja funcionando.

Tiro no pé