Um youtuber que possui um canal com mais de 150 mil inscritos foi autuado pela Polícia Civil nesta terça-feira (14), em Curitiba, por divulgar diversas informações falsas a respeito da cura e da imunização do novo coronavírus, entre elas o uso de cal virgem para o tratamento da infecção. O rapaz divulgava fake news em seu canal do YouTube e também em grupos de WhatsApp.

LEIA TAMBÉM “Não sei como peguei coronavírus. Fiquem em casa!”, apela jornalista que foi pra UTI

As investigações deram início depois que o Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (CRM-RS) alegou que o youtuber estaria divulgando a possível “cura” do novo coronavírus nas redes sociais. A Polícia Civil realizou buscas na casa do suspeito, onde foram encontradas diversas armas airsoft e um cartão falsificado de plano de saúde.

Segundo a polícia, o rapaz divulgava receitas caseiras com cal virgem e alegava que esta seria a cura ou imunização contra a Covid-19. A informação está cadastrada no site do Ministério da Saúde como fake news.

A Polícia Civil notificou o youtuber para que o canal seja retirado do ar. O rapaz foi indiciado por charlatanismo, falsidade documental, falsa identidade e falso alarde, além de incitar pânico na sociedade.