A área central da cidade vai ganhar mil novas vagas de estacionamento para motos, até o final do ano, para atender a necessidade dos trabalhadores que prestam serviço de entregas com motocicletas. A reivindicação dos moto-entregadores foi atendida pelo prefeito Beto Richa, que também determinou à Diretoria de Trânsito (Diretran) da Urbanização de Curitiba S.A. (Urbs) a escolha dos novos locais de estacionamento em conjunto com representantes da categoria.

Na tarde desta quinta-feira (26), uma reunião na Diretran com representantes dos moto-entregadores fechou o acordo sobre a localização das novas vagas, espalhadas em 89 pontos do anel central.

Os profissionais aceitaram os locais propostos pela Diretran, mas solicitaram quatro pontos adicionais: praças Tiradentes, Santos Andrade e Generoso Marques, além da vaga de carga e descarga das Lojas Americanas, na esquina da avenida Marechal Floriano com a rua José Loureiro. O ponto será liberado das 9h às 19h.

As mil novas vagas serão instaladas em áreas atualmente destinadas ao Estacionamento Regulamentado (EstaR). Das 6,3 mil vagas de EstaR, aproximadamente 300 vão dar lugar às motos.

O trabalho de troca das placas e liberação do espaço para motos será feito gradativamente até o final do ano. A troca deve começar nas próximas semanas. Hoje são 2,2 mil vagas para motos na cidade, que vão se somar aos mil novos pontos de estacionamento.

"Serão priorizados os locais onde já se constatou que não existe necessidade de garantir o rodízio das vagas para automóveis, que é a principal finalidade do EstaR", afirmou o diretor de trânsito da Urbs, Gilberto Foltran.