As palestras e conferências do I Seminário em Defesa da Vida, contra o Racismo e a Violência Policial estão sendo vistas pelas entidades que defendem os direitos das minorias como uma forma de enfrentamento e busca de soluções para o problema do preconceito. Nesta quarta-feira integrantes da comissão organizadora do evento estiveram no auditório do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, em Curitiba, para tratar dos últimos detalhes e aproveitaram para informar que as inscrições para o seminário já estão abertas e são gratuitas.

O evento acontece em Curitiba, entre os dias 11 e 13 de maio, e é promovido pelas secretarias nacional e estadual da Segurança Pública, com a participação das polícias Civil e Militar do Paraná. “Queremos não só discutir a questão do racismo, mas também buscar alternativas que possam ser colocadas em prática para mudar o pensamento da sociedade de forma geral”, disse o assessor para assuntos de racismo, xenofobia e outras formas de discriminação da Secretaria de Estado de Assuntos Estratégicos, Jayro Pereira de Jesus.

Para o major da Polícia Militar César Alberto Souza, autor do livro Polícia Comunitária ? Polícia cidadã para um povo cidadão, escrito em parceria com o major Roberson Luiz Bondaruk, este seminário será uma oportunidade para que integrantes da segurança pública, de entidades de defesa dos direitos das minorias e da sociedade civil discutam o problema. Ele também ressaltou a possibilidade de estes órgãos, juntos, estabelecerem políticas e se comprometerem a trabalhar em sintonia para mudar pensamentos e atitudes. “Por isso a importância da participação de diferentes segmentos, que com certeza contribuirão para tornar o debate mais rico”, disse o major César.

Os debates acontecem entre os dias 11 e 13 de maio, em Curitiba. A abertura do seminário será às 18 horas do dia 11, no Plenário da Assembléia Legislativa. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pessoalmente na Sala de Imprensa da Polícia Militar, no Quartel do Comando-Geral, em Curitiba (Av. Marechal Floriano Peixoto, 1401). Outras informações podem ser obtidas através do e-mail seminarioracismo@pm.pr.gov.br ou pelo telefone 304-4742. Os participantes que atingirem 100% de presença receberão certificados.

Entre as conferências programadas estão “Segurança Pública e relações raciais: proposições para uma nova práxis no seio das Instituições da Justiça e da Segurança Pública”, pelo desembargador do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, Rui Porta Nova, e “Os órgãos de Segurança Pública e sua herança escravagista”, por Pedro Rodolfo Bodê de Moraes, doutor em sociologia pela Universidade Federal do Paraná. Todos os debates serão terão debatedores e coordenadores de mesa das polícia Militar e Civil, Secretaria da Segurança Pública e representantes de entidades defensoras de direitos de minorias