Brasília – Técnicos da Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração Nacional, estarão em Curitiba (PR), entre 19 e 23 de setembro, para serem instrutores no Curso de Avaliação de Danos (Cadan). Com essa iniciativa de capacitação, a Sedec pretende formar técnicos capazes de avaliar e mapear danos e prejuízos causados por catástrofes.

Durante a semana do Cadan, representantes das defesas civis do Paraná e de municípios do Estado aprenderão sobre a avaliação de danos e prejuízos em situações de desastre. Até o final do curso, os 35 alunos assistirão aulas sobre a coordenação de equipes, a classificação e a caracterização das conseqüências de um desastre e a preparação de mapas de áreas de risco.

A programação do Cadan inclui, ainda, aula sobre preenchimento do formulário de Avaliação de Danos (Avadan). Esse documento informa sobre as dimensões do desastre e é uma das exigências para o reconhecimento pelo Governo Federal da decretação pelos municípios da situação de emergência ou do estado de calamidade pública.

"O formulário de Avaliação de Danos é radiografia do desastre e contribui com informações para o banco de dados do município e do Estado", explica a técnica da Sedec, Daniela da Cunha Lopes. "Com esse histórico, é possível identificar áreas de risco, prevenir e responder a desastres e organizar a reconstrução de áreas atingidas por catástrofes."