O presidente da CPI dos Correios, senador Delcídio Amaral (PT-MS) abriu há pouco a sessão da comissão que tomará depoimento da diretora-financeira da agência SMPB, Simone Vasconcelos, e do inspetor da polícia civil de Belo Horizonte David Rodrigues Alves, identificado como segundo maior sacador das contas das agências de publicidade do empresário Marcos Valério, no volume de cerca de R$ 6 milhões.

A CPI iniciou os trabalhos com uma reclamação do deputado Alberto Fraga (PFL-DF) que questionou a direção da comissão sobre o fato de a lista de sacadores de dinheiros das contas apresentadas por Simone, ter sido publicada desde ontem em vários sites de internet, apesar de os documentos serem sigilosos, e nem todos os parlamentares os terem em mãos. Delcídio, por sua vez, respondeu que a CPI tem trabalhado para estabelecer critérios rigorosos de acesso aos documentos pelos parlamentares, mas que não poderia responder pela iniciativa de alguns integrantes da comissão que "vazavam" as informação para a imprensa.