O deputado Delfim Netto (sem partido-SP) afirmou, nesta segunda-feira, que é contrário ao afastamento do presidente da Câmara dos Deputados, Severino Cavalcanti (PP-PE), do cargo em função da denúncia do pagamento de um suposto "mensalinho" ao empresário Sebastião Augusto Buani, proprietário da empresa Buani & Paulucci, administradora do restaurante do 10.º andar do anexo 4 da Casa.

"Por enquanto, temos uma acusação e nenhum indício. Não é possível julgar apenas com uma acusação", afirmou. Delfim Netto, que deixou o partido e assinará na próxima semana a ficha de filiação ao PMDB, disse esperar que não exista provas que comprovem a denúncia contra Severino.