O presidente do Palmeiras, Affonso Della Monica Netto espera sentir hoje, no Morumbi, uma sensação semelhante à que experimentou no dia 12 de junho de 1993, quando Evair marcou o gol que garantiu ao Palmeiras o título do Campeonato Paulista que encerrou um jejum de 16 anos sem títulos.

O adversário, mais uma vez, será o tradicional rival Corinthians. "Aquele jogo foi, talvez, o mais marcante da história do Palmeiras, pois saímos da fila em cima do Corinthians com uma goleada por 4 a 0", disse o dirigente.

O Corinthians havia vencido o primeiro jogo por 1 a 0, com um gol de Viola. Na comemoração, o artilheiro corintiano imitou um porco à beira do gramado, irritando os palmeirenses. Na segunda partida, o palmeiras venceu por 3 a 0 no tempo normal, com gols de Zinho, Evair e Edilson. Na prorrogação, Evair, cobrando pênalti, garantiu a conquista.

Della Monica tenta conter a euforia. "Espero um jogo com muitas emoções, mas não gosto de fazer previsões em clássicos", disse o presidente recentemente reeleito para o biênio 2007/2008. "A equipe está em formação, mostra evolução e tenho certeza de que será um bom espetáculo.

Como faz nos últimos 14 anos, Della Monica já sabe o que vai fazer a partir das 16 horas. "Estarei no estádio para acompanhar a partida. É o 15.º ano consecutivo que sigo o time em todas as partes do mundo.