batata170306.jpgO Ipardes divulgou nesta sexta-feira (17) a primeira prévia do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de março, em Curitiba. De acordo com a pesquisa realizada nos 30 dias que antecedem o último dia 8, válida para famílias que recebem até 40 salários mínimos, a capital paranaense voltou a registrar deflação, chegando a -0,10%.

De acordo com a coordenadora do projeto IPC, Maria Luiza de Castro Veloso, o último registro de deflação apurado pelo Ipardes foi na terceira quadrissemana de setembro de 2005, quando o índice foi de -0,04%. A pesquisadora explica ainda, que o comportamento do índice na primeira semana do mês deve-se, principalmente, aos grupos Vestuário e, Saúde e Cuidados Pessoais, que tiveram quedas nos preços de seus produtos e serviços de 2,46% e 1,59%, respectivamente.

Individualmente, os itens que mais contribuíram no índice geral com queda, foram: plano de saúde (-8,88%), empregada doméstica (-4,64%), passagem de avião (-12,13%), frango inteiro resfriado (-11,83%), batata-inglesa (-18,00%) e automóvel de passeio nacional zero quilômetro (-1,37%). Com alta, destacam-se: gasolina (4,18%), álcool combustível (4,90%)