O deputado Luiz Carlos Hauly, do PSDB do Paraná, ajuizou ontem à noite, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), petição solicitando que a Justiça Eleitoral apure possíveis crimes eleitorais cometidos pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante sua viagem oficial a Garanhuns (PE) no último dia 3 de agosto.

No pedido, o deputado sustenta que, na ocasião, o presidente da República apresentou-se abertamente como candidato à reeleição, fora do período previsto pela Legislação Eleitoral, utilizando-se de recursos públicos para tal fim.

Segundo ele, o comportamento de candidato à reeleição, antes do dia 5 de julho do ano da eleição, feriu a legislação e desvirtuou os princípios de isonomia e tratamento igualitário entre todos os candidatos. A petição requer que, após a realização das diligências necessárias, sejam aplicadas as penalidades previstas na Legislação Eleitoral: devolução dos recursos públicos despendidos na viagem oficial e pagamento de multa no valor de 20 mil a 50 mil UFIRs. As informações são do site TSE/DF.