O secretário dos Transportes, Rogério Tizzot, e o secretário-chefe da Casa Civil, Rafael Iatauro, inauguram nesta quinta-feira (27) a recuperação dois trechos de rodovias em Ponta Grossa. As intervenções foram realizadas nos trechos entre a cidade e o acesso ao Botuquara e também de Ponta Grossa até Passo do Pupo (PR-513). ?São 16 quilômetros com as condições de trafegabilidade restabelecidas, com investimento de mais de R$ 1 milhão?, explicou Tizzot.

De acordo com o secretário dos Transportes, os investimentos são fundamentais para a economia do município e dos Campos Gerais por ser o caminho natural para o transporte da produção agrícola e das jazidas de calcário presentes na região. ?Pela intensa atividade econômica da cidade, não apenas as estradas estaduais que a cortam devem estar em ótimas condições, mas também as municipais, que são vitais para o transporte da safra e da produção industrial, principalmente de madeira e calcário?, detalhou.

A entrega da rodovia foi realizada na comunidade de Itaiacoca, na zona rural de Ponta Grossa, por onde passa a estrada. O secretário-chefe da Casa Civil ressaltou a atenção que o governo estadual tem dado aos mais humildes. ?Uma estrada como esta não só melhora a vida das pessoas mas devolve a sua dignidade?, declarou Iatauro.

O prefeito Pedro Wosgrau Filho também reforçou a atenção dada às comunidades mais pobres pela administração estadual. ?São investimentos do que fazem a cidade crescer e se desenvolver?, afirmou, lembrando que as estradas, antes da recuperação, eram muito ruins e de difícil tráfego.

Mais obras

Ainda em Ponta Grossa, o secretário dos Transportes e o secretário-chefe da Casa Civil vistoriaram na recuperação do acesso a Biscaia, na qual o governo investe R$ 2,6 milhões. O trecho, de 15 quilômetros, liga o distrito até a PR-513, continuação das obras entregues nesta quinta-feira. ?Essa é mais uma obra que em breve será entregue à região, como foi entregue recentemente as melhorias do aeroporto de Ponta Grossa?. Cerca de 14 quilômetros já estão em fase adiantada e estão trafegáveis. A estimativa é que as obras estejam concluídas nos próximos 30 dias.

Seguem também em andamento os trabalhos de recuperação dos 40 quilômetros entre Ponta Grossa e Palmeira (PR-151), outra via considerada estratégica. As obras devem ser concluídas até o mês de setembro, com a aplicação de R$ 3,5 milhões. ?A via começa ainda na divisa com Santa Catarina, em São Mateus do Sul, onde reativamos obras importantes de pavimentação em setembro do ano passado, segue para São João do Triunfo, Palmeira, chegando finalmente até Ponta Grossa, sem pedágio?, finalizou Tizzot.