O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) está finalizando o projeto e vai lançar em breve a licitação que vai garantir a restauração e ampliação da PR-412, entre o Balneário Marisol e Shangri-lá, no litoral do Paraná. O anúncio foi feito pelo secretário dos Transportes, Waldyr Pugliesi, em visita às obras rodoviárias que estão sendo executadas na região.

A concorrência, acrescentou, vai completar os serviços que já estão ocorrendo no trecho. “Hoje estamos atuando em 8 quilômetros, entre Praia de Leste e Marisol, onde estão sendo realizadas obras de alargamento da via, construção dos acostamentos e remodelação de 8 rotatórias de acesso aos balneários”, explicou. “Essa licitação que vamos iniciar vai nos possibilitar atuar da mesma forma em outros 2 quilômetros da via, completando um trecho total de 10 quilômetros desde Praia de Leste até Shangri-lá”.

Segundo Pugliesi, só a construção dos acostamentos, mesmo com revestimento primário, já reduziu significamente os acidentes no trecho. “Muitos pedestres e ciclistas sofriam diariamente ao trafegar praticamente dentro da rodovia, pondo em risco sua segurança. Com a obra, esse problema está sendo solucionado”, ressalta.

Guaratuba

O diretor-geral do DER, Rogério Tizzot informa também que o DER está trabalhando na restauração completa dos 19 quilômetros da rodovia que liga Guaratuba até Garuva, na divisa com Santa Catarina. “Os serviços ainda estão no início, mas o motorista que utiliza a estrada terá mais tranqüilidade nas próximas temporadas, com o trecho paranaense completamente restaurado”, destaca.

Para o presidente do Sindicato de Hotéis Bares e Restaurantes do Litoral Paranaense (Sindilitoral), José Carlos Chicarelli, as obras na Guaratuba/Garuva e na PR-412, em Praia de Leste, se somam às demais obras de infra-estrutura no litoral, beneficiando a população, o comércio e o turismo.

“Só temos elogios ao governo estadual pela atenção dispensada à nossa região”, afirma Chicarelli. “Chegamos a pensar que o DER continuaria a realizar obras apenas no interior do Estado, como na última gestão, mas ficamos felizes em constatar que estávamos enganados”, completa.