Problemas com sistemas hidráulicos, elétricos, esgoto e superlotação foram as principais irregularidades detectadas pela Comissão de Direitos Humanos, da Ordem dos Advogados do Brasil, na carceragem da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos. A inspeção foi realizada ontem à tarde, por causa do tumulto na manhã de anteontem e “panelaço” na madrugada de ontem.

Leia a matéria completa.