A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, disse que a campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à reeleição não deve "subir no salto alto" com os resultados das últimas pesquisas, que apontam o aumento da distância entre Lula e o segundo lugar, Geraldo Alckmin, do PSDB.

"Não vamos subir no salto alto e sair por aí achando que já ganhamos. Precisamos calçar as sandálias da humildade", afirmou a ministra, logo após participar de cerimônia na Petrobrás. Segundo ela, a avaliação na campanha é que as pesquisas são um "retrato do momento, mas as eleições só se definem no dia da votação"