O deputado José Dirceu (PT-SP) vai recorrer hoje ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o processo de cassação de seu mandato. O advogado de Dirceu, José Luiz Oliveira Lima, vai protocolar ainda nesta manhã no STF um mandado de segurança com pedido de liminar para a suspensão do processo. Dirceu argumenta, segundo sua assessoria, que exercia cargo de ministro da Casa Civil e estava afastado de seu mandato parlamentar e que, portanto, não pode ser alvo de cassação. O deputado foi acusado pelo ex-deputado Roberto Jefferson de ser o chefe do suposto esquema do mensalão. O pedido de cassação do mandato de Dirceu foi encaminhado ao Conselho de Ética da Câmara no dia 2 de agosto pelo presidente em exercício do PTB, Flávio Martinez.