A diretoria do Benfica reagiu ao iminente acordo entre Robinho e o Real Madrid e anunciou hoje ter acordos já assinados com atacante santista. Em entrevista ao jornal “A Bola”, o representante do Benfica, José Varandas, disse estar confiante que o brasileiro vai jogar em Portugal.

“Há compromissos assumidos e acordos assinados. Acho que estamos negociando com pessoas que não faltarão à sua palavra”, afirmou Varandas, ao jornal. Para ele, “o presidente do Santos (Marcelo Teixeira) é de um caráter notável”.

O representante do Benfica explicou que o clube de Lisboa “tem condições para cumprir sua parte e tem o compromisso com o jogador”. A publicação aponta que 60% do passe de Robinho pertence ao Santos, 30% ao jogador e 10% ao seu empresário, Wagner Ribeiro.

A oferta do Benfica é de 10 milhões de euros para o clube, dois para Robinho e um para Ribeiro, que viajou recentemente à capital espanhola para negociar a transferência do jogador ao Real Madrid.

O pré-contrato assinado entre o administrador do Benfica, José Veiga, o pai do jogador e o representante de Robinho tem como validade o dia 30 de novembro, segundo as mesmas fontes.

Se o Benfica não acertar o acordo verbal com o Santos antes dessa data, o pré-contrato perderá validade. Varandas esteve com a família do atacante brasileiro horas antes do sequestro da mãe de Robinho, no último sábado.