Com liquidez reduzida, o dólar fechou nesta sexta-feira (19) em baixa. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) o dólar à vista caiu 0,21%, a R$ 2 1295. No mercado interbancário, o dólar comercial teve desvalorização de 0,19% e terminou cotado a R$ 2,131 – a menor cotação desde o dia 16 de outubro de 2006, quando atingiu R$ 2 130.

A renovação das máximas pela Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) paulista no nesta tarde – às 16h39 a bolsa paulista subia 1,56% – e a queda do risco Brasil (a 187 pontos-base) estimularam vendas de moeda por tesourarias. O fluxo cambial foi aparentemente positivo e operadores voltaram a notar a presença de estrangeiros se posicionando no mercado futuro de derivativos o que ajuda a deprimir as cotações do dólar à vista.