Bancos, empresas e investidores reavaliam as perspectivas para a economia brasileira e mundial e aos poucos deixam de lado a euforia das últimas semanas, quando o dólar foi negociado abaixo de R$ 3 e o risco-Brasil experimentou o patamar dos 700 pontos. Assim, o dólar comercial terminou a terça-feira em alta de 1,33%, vendido a R$ 3,040. Este foi seu segundo dia consecutivo de valorização, e a moeda atingiu sua maior cotação desde o dia 5. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)