O dólar comercial fechou abaixo de R$ 2,90 pela primeira vez em dez meses. A moeda norte-americana terminou a sexta-feira em queda de 1,27%, vendida a R$ 2,875, o menor valor desde 22 de julho de 2002. Além da expectativa de aumento no fluxo de entrada de recursos, a rolagem de uma dívida cambial pelo Banco Central e o novo recorde de valorização do C-Bond motivaram o bom humor dos investidores.

O BC conseguiu renovar hoje o restante de uma dívida cambial com vencimento em 15 de maio. Na primeira etapa, dois dias atrás, já tinham sido renovados 50,9% dos contratos. Hoje, os US$ 873,4 milhões restantes também foram rolados. O mercado já esperava que o BC tivesse êxito na operação, aproveitando o aumento da confiança dos investidores no Brasil.

Já o C-Bond subiu 0,83% e foi negociado a 91% do valor de face, enquanto o risco país cedeu 2,78%, para 732 pontos básicos.