O dólar comercial começa a cair após o anúncio de que o Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou a última revisão do programa de empréstimo de US$ 15,7 bilhões para o Brasil, tornando disponíveis ao país cerca de US$ 10 bilhões. O governo brasileiro vai utilizar os recursos do Fundo para reforçar as reservas internacionais do país.

Às 14h45, a moeda norte-americana operava em alta de 0,78%, vendida a R$ 2,685. Antes do anúncio, a moeda tinha alta de 1,5%, vendida a R$ 2,706. A aprovação ocorreu após o conselho do Fundo reavaliar o progresso econômico brasileiro. Na semana passada, o ministro da Fazenda, Pedro Malan, anunciou que a diretoria-executiva do FMI iria se reunir para analisar e autorizar a pretensão do governo brasileiro de exercer seu direito de saque.

A última revisão soma US$ 5,204 bilhões aos US$ 4,690 bilhões disponíveis por revisões anteriores, elevando o total de dinheiro à disposição do Brasil para cerca de US$ 10 bilhões.

O governo vai fazer uso dos recursos do Fundo para reforçar as reservas e dar mais tranqüilidade ao mercado com relação ao financiamento das necessidades externas do país. (Correio Web/FolhaNews)