Brasília – A três dias de terminar o prazo para a entrega da Declaração Anual de Isentos – 30 de novembro – 12 milhões de pessoas ainda não encaminharam a informação à Receita Federal. A expectativa é de que sejam apresentados 60 milhões de documentos, mas até a última sexta-feira (24), 48 milhões tinham sido entregues.

Esse atraso por parte de alguns contribuintes já era esperado pelo supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir. O supervisor diz que nos últimos cinco dias do ano passado foram entregues cerca de 15 milhões de declarações. "Por esses números, dá para observar que alguns milhões ainda preferem arriscar nos últimos dias a antecipar a entrega", avalia.

Adir alerta que apesar de o envio da Declaração de Isento ser mais rápido que o de outras declarações, como a do Imposto de Renda, há sempre o risco de o contribuinte enfrentar filas nas lotéricas e congestionamento na internet devido à sobrecarga na telefonia.

A declaração pode ser feita gratuitamente pela internet, no endereço eletrônico www.receita.fazenda.gov.br; ou ao custo de R$ 1,00 nas agências dos Correios, nos correspondentes bancários da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, nas lotéricas e nas agências do Banco do Brasil, do Banco Popular do Brasil e da Caixa Aqui.

A Declaração Anual de Isento 2005 deve ser apresentada pelas pessoas que tiveram rendimentos inferiores a R$ 12.696,00 em 2004.