É estável o estado de saúde da estudante Luciana Gonçalves de Novaes, baleada quando fazia uma lanche no campus da Universidade Estácio de São, no Rio Comprido, na última segunda-feira, nesta capital. A cirurgia a que foi submetida ontem para a fixação da coluna e retirada da bala, alojada entre a segunda e a terceira vértebras, foi considerada um sucesso pelos médicos do Hospital Pró-Cardíaco.

Os médicos dizem que somente na próxima semana poderão avaliar as condições clínicas da estudante e saber se ela terá seqüelas. Segundo o boletim médico, na próxima semana Luciana deve passar por uma cirurgia para a recomposição da mandíbula, também atingida pelo tiro. A polícia informou hoje que já identificou todos os traficantes responsáveis pelo ataque a tiros ao campus da universidade e a prisão deles é uma questão de tempo. O Morro do Turano, de onde partiram os tiros, continua ocupado por policiais militares.