Lula com Uribe: Brasil sediará
encontro com as Farc.

Cartagena (Colômbia) – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, disse ontem, após participar das comemorações dos 40 anos da Organização Internacional do Café, em Cartagena, na Colômbia, que a economia brasileira vai retomar o crescimento e que os impactos da redução da taxa básica de juros vão ser sentidos pelos consumidores no médio e longo prazo. “Essas coisas não chegam no dia seguinte, isso leva tempo”, disse o presidente. Segundo Lula, os juros vão continuar caindo e a economia vai crescer. “Estou mais otimista do que no mês passado e no próximo mês espero estar mais otimista ainda”, disse Lula.

Lula está na Colômbia para participar da 89.ª Reunião do Conselho da Organização Internacional do Café (OIC), que comemora 40 anos. A expectativa do presidente colombiano, Álvaro Uribe, é que o Brasil e a Colômbia assinem um acordo de cooperação para incentivar os preços do café. Ou seja, a Colômbia quer apoio do Brasil para estabelecer um preço mínimo para o café no mercado internacional.

Esta é a primeira vez que a reunião da OIC é realizada em um país produtor de café, no caso a Colômbia, segundo maior produtor do mundo, atrás apenas do Brasil. Na última reunião, realizada em maio, os membros da organização apresentaram aos representantes do Banco Mundial as conseqüências provocadas pela crise de preços nos países produtores de café. Na ocasião, os países destacaram a necessidade de se buscar uma cafeicultura sustentável.

Mais de 50 países fazem parte da Organização Internacional do Café, mas, nesta reunião, apenas três países serão representados por seus presidentes. Além do anfitrião Álvaro Uribe, estarão presentes o presidente brasileiro e o presidente de Honduras, Ricardo Maduro. Lula deve aproveitar o encontro também para insistir que a Colômbia venha a se integrar ao Mercosul. Ele deve convidar Uribe para assinar, até o final do ano, um acordo entre o bloco a Comunidade Andina das Nações.

Antes da reunião da OIC, o presidente Lula e o presidente Álvaro Uribe tiveram uma conversa reservada no hotel Santa Clara, onde Lula está hospedado. Na pauta, as relações bilaterais, o processo de negociação do Mercosul e Comunidade Andina, defesa dos territórios, e também do assunto mais esperado desta visita: a definição do encontro entre representantes da Organização das Nações Unidas (ONU) e das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). O encontro possivelmente será realizado no Brasil, ainda em outubro deste ano.