O Índice Nacional de Confiança ACSP/Ipsos de julho atingiu 126 pontos e apresentou uma leve melhora em relação ao resultado apurado em junho, quando registrou 123 pontos. De acordo com a Associação Comercial de São Paulo (ACSP), esse é um número positivo, pois confirma uma leve ascensão desde maio, após ter exibido uma forte retração no primeiro trimestre de 2009 causada pela crise mundial.

De acordo com a pesquisa, a confiança do consumidor com o futuro da economia tende a aumentar para 39% dos entrevistados, taxa maior que os 36% apurados em junho. No mês passado, 42% das pessoas ouvidas mostraram-se propensas a comprar eletrodomésticos, enquanto nos 30 dias anteriores o patamar deste indicador atingiu 38%.

O estudo mostra que o número de pessoas conhecidas dos entrevistados que perderam o emprego ficou estável em 4,5% em julho, marca acima dos 3,7% apontados no mesmo mês de 2008. O trabalho mostra que aumentou a proporção de pessoas que esperam redução das chances de serem demitidas no horizonte de seis meses, pois tal marca atingiu 31% em junho e subiu para 32% em julho.