Logo após o encontro com o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Henry Paulson, o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), disse hoje que o executivo americano vai auxiliar o governo mineiro a obter um empréstimo no Banco Mundial de US$ 1 bilhão, para serem utilizados em saúde, educação, segurança e restauração da malha viária no Estado. Paulson combinou ainda de agendar uma data para acompanhar o governador mineiro, em Washington, na visita ao presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick.