Três agências federais de regulamentação do sistema financeiro dos Estados Unidos divulgaram um comunicado conjunto em apoio ao acordo de Basileia 3, aprovado hoje, que estabelece novas exigências de capital para os grandes bancos. “O acordo de hoje representa um fortalecimento significativo dos padrões de prudência para os bancos grandes e com atividade internacional”, afirmou o comunicado, assinado pelo Federal Reserve (Fed, o banco central do país), pela Corporação Federal de Seguro de Depósitos (FDIC, na sigla em inglês) e pelo Escritório do Controlador da Moeda.

Para as agências reguladoras, o acordo concluído em Basileia, na Suíça, vai fortalecer o capital e a liquidez dos bancos internacionais nos EUA e no resto do mundo e desencorajar “riscos e alavancagem excessivos”, o que deverá reduzir a incidência e a gravidade de crises financeiras futuras.

O comunicado também ressalta que o período de transição previsto no acordo para permitir que os bancos se ajustem às novas normas “aliviarão o potencial para pressões de curto prazo sobre o custo e a disponibilidade de crédito para pessoas físicas e empresas”. As informações são da Dow Jones.