Em solenidade que acontece hoje a partir das 14h, no Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) ? Bloco A, auditório do subsolo ? em Brasília, o agrônomo Valter Bianchini será empossado como o novo Secretário da Agricultura Familiar, responsável pela gestão do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Valter Bianchini, que já vinha atuando na equipe de transição de Lula na área de agricultura, reforma agrária e abastecimento, com vistas à implementação do programa Fome Zero, permanece no governo federal por sua vasta experiência nestas áreas.

Pela dedicação, ao longo de sua vida, à organização da agricultura familiar, Bianchini tem credenciais que apontam para o fortalecimento e a valorização do setor dentro das prioridades do desenvolvimento agrário no País e no conjunto das instituições do governo federal. A própria inserção e importância da agricultura familiar no combate à fome deverá ser favorecida e confirmada no governo Lula com a nomeação de Valter Bianchini para a SAF.

Na pasta da Agricultura Familiar, Bianchini pretende trabalhar pelo fortalecimento das agroindústrias familiares, pela agregação de valores aos alimentos produzidos pelo setor e favorecer o desenvolvimento do sistema de cooperativismo de crédito solidário. Somente no Sul do Brasil, cerca de um milhão de estabelecimentos rurais produzem em regime de economia familiar. Os recursos e incentivos do Pronaf, atualmente, beneficiam apenas 25% das famílias de agricultores brasileiros.

Quem é o novo Secretário?

Com mais de 26 anos de experiência profissional, o agrônomo Valter Bianchini vinha atuando como coordenador do Departamento de Estudos Sócio-Econômicos Rurais, entidade que ele representava no Conselho Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável (CNDRS) do Ministério do Desenvolvimento Agrário até então.

Natural de Santo André (SP), ele cursou Engenharia Agronômica na Unesp de Botucatu, especializou-se em Políticas Públicas e Agricultura pela Universidade de Campinas (Unicamp) e é doutorando em Meio Ambiente na Universidade Federal do Paraná (UFPR). Valter Bianchini é um dos fundadores do PT paranaense e reside em Curitiba há 24 anos. Juntamente com a esposa, possui na região metropolitana de Curitiba um sítio de produção agroecológica, que está incluído no circuito italiano de turismo rural do município de Colombo. Ele participa da Associação dos Produtores de Colombo (APAC) e da Associação Paranaense de Agricultura Orgânica (AOPA).

Por toda essa bagagem profissional e pela sua dedicação de vida, o novo secretário pode ser considerado um apaixonado pela Agricultura Familiar.