Acaba nesta terça-feira (15), o prazo para os contribuintes de Curitiba pagar o IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana) com desconto de 6%. O pagamento também pode ser parcelado em 10 vezes, de fevereiro a novembro. Neste caso, não há desconto.

“Historicamente, em torno de 25% a 30% dos contribuintes fazem o pagamento do IPTU à vista. Dos que parcelam, a grande maioria faz com débito em conta corrente”, diz o secretário municipal de Finanças, João Luiz Marcon.

Quem não recebeu o carnê ainda pode imprimir o documento pelo portal da Prefeitura na internet, no ícone IPTU que aparece na primeira página do endereço www.curitiba.pr.gov.br.

Pelo site também é possível emitir a segunda via do carnê. Nas Ruas da Cidadania e no prédio central da Prefeitura o contribuinte também poderá retirar a segunda via do documento.

A Constituição determina que 15% do valor arrecadado com o IPTU sejam aplicados na área da saúde, e 25% na educação. “Nos últimos anos, Curitiba tem aplicado mais que o índice determinado. O restante da arrecadação do IPTU é investido em novas obras e na manutenção da cidade”, explica o secretário.